Curiosidades

Como surgiu a tradição de entregar doces no dia de São Cosme e Damião?

No dia 27 de setembro diversas crianças vão para as ruas e pegam saquinhos de doce em mais uma comemoração ao dia de São Cosme e Damião. Sendo a distribuição das guloseimas uma tradição que provoca grande alvoroço entre os pequenos. Como resultado, eles tentam pegar o máximo de maria-mole, pirulito, jujubas e outros tantos doces que são entregues por pessoas nas suas casas, nas ruas e também em lojas. Mas afinal, como surgiu essa tradição? Por que são balas, gomas e outros derivados que representam o dia desses meninos que viraram Santos?

Cosme e Damião
Créditos: Farol News

Segundo conta a história, os dois irmãos foram filhos de uma senhora que durante muito tempo desejou ter filhos, chegando a cumprir promessas para que isso acontecesse. Passado um tempo, ela teve dois meninos. Cosme e Damião foram gêmeos que cresceram exercendo atividades ligadas à medicina e tentando ajudar na cura de doenças. Logo eles se tornaram médicos e dedicaram suas vidas a ajudar pessoas enfermas em situação humilde. Além de não cobrarem pelo auxílio, ao atender crianças eles entregavam doces para amenizar a situação delas e fazer um pequeno agrado.

Os dois irmãos se tornaram Santos após uma trajetória que envolveu milagres e perseguições, até chegar em suas mortes pelas mãos de um rei que os queria como súditos. O resultado desse último ato originou um altar na casa da mãe, onde pessoas doentes visitavam o local para prestar uma homenagem e depois de passarem por lá descobriam estar curadas.

Saquinhos de doce de Cosme e Damião
Créditos: Conexão Jornalismo

Por esses motivos, os Santos são relembrados pela dedicação aos doentes e o carinho com as crianças. Como forma de manter viva a memória, as pessoas distribuem doces na data que marca o nascimento de Cosme e Damião.

Viagens para você!

P.S. O HU te ❤

Publicidade

Clube Hurb

Você pode se Interessar!